Os 10 restaurantes incontornáveis da cidade de Lisboa

restauranteTerminada a visita ao apartamento (recebidos os elogios pela qualidade do alojamento!) e depois de terminados os últimos detalhes administrativos (e a qualidade do nosso trabalho destacada!), são muitos os clientes que nos pedem conselhos sobre os restaurantes a não perder em Lisboa.

É sempre difícil encontrar um restaurante que satisfaça todos os nossos clientes, casais, grupos de amigos ou famílias não têm todos os mesmos gostos nem as mesmas necessidades. As nossas equipas são portuguesas, conhecem perfeitamente Lisboa e partilham conselhos com os nossos clientes. Vegetarianos, restaurantes típicos, casas de fado ou restaurantes de renome…. Há de tudo para satisfazer os nossos clientes mais exigentes.

Revelamos algumas das nossas dicas, que não só satisfazem a equipa da TravellingToLisbon mas sobretudo os visitantes de todo o mundo que chegam à cidade!

Atenção, esta não é uma lista de restaurantes portugueses em Lisboa, mas sim uma lista de restaurantes que valem a pena ser testados pelos visitantes que permanecem no nossos apartamentos em Lisboa.

Número 10 : Comida de Santo

Este colorido e animado restaurante serve comida brasileira autêntica já há 30 anos. A decoração é moderna, mas os pratos mantiveram a verdadeira autenticidade, como o Vatapá: um prato à base de camarão seco com molho feito de amendoim, óleo de palma e leite de coco. O nosso favorito!

Como é óbvio não podemos perder um dos pratos mais famosos da culinária brasileira: a Feijoada. Uma espécie de ensopado servido com feijão preto, arroz e fatias de laranja.

Mais informações neste link.

Número 9 : Tascardoso

Um restaurante acolhedor e barato, que rapidamente se tornará na sua cantina, caso esteja instalado num dos nossos apartamentos no Bairro Alto.

Despretensioso, mas com a vontade de satisfazer o cliente, o staff estará à sua disposição para lhe oferecer as especialidades de Lisboa, essencialmente à base de peixe grelhado e vegetais frescos.

Mais informações neste link.

Número 8 : La Paparrucha

Situado a meio caminho entre o Principe Real e o Bairro Alto, este restaurante oferece o sabor da carne argentina, enquanto desfruta de uma das vistas mais deslumbrantes da cidade de Lisboa. Ideal para uma noite romântica, não se vai desiludir com a qualidade dos pratos.

Atenção, os preços são um pouco mais elevados do que normalmente em Lisboa (mas a carne argentina justifica o preço a pagar).

Mais informações neste link.

Número 7 : Terra

Não é fácil encontrar restaurantes vegetarianos de qualidade e com variedade, este é isso mesmo. O restaurante tem uma decoração original (uma sala Buddha, uma sala japonesa, etc…). A nossa parte favorita é um pequeno pátio interior que proporciona um ambiente muito particular.

O restaurante tem recebido muitas recomendações e prémios pela qualidade do seu serviço e dos seus pratos.

Uma atmosfera original, agradável de se encontrar regularmente!

Mais informações neste link.

Número 6 : Casanostra

Um dos clássicos da cozinha europeia. Um pouco de Roma, de Sicília e de Nápoles em Lisboa. Desde os anos 80, o restaurante de Maria Paola soube criar uma atmosfera única em torno da cozinha mediterrânica. Redescubra os clássicos da cozinha italiana: linguini, lasagne, pizza… e claro o bom vinho italiano (tão bom quanto o vinho francês ou português!)

O prato forte da casa ? Descubra o Tiramisu!

Mais informações neste link.

Número 5 : Grapes & Wine

Pequeno, acolhedor, autêntico… adjectivos não faltam para descrever este pequeno lugar secreto. Uma pequena taberna onde a soirée se desenrola em torno do vinho. Tem disponível uma lista de uma centena de garrafas (essencialmente portuguesas), pode acompanhar a sua bebida com alguns pratos.

Atenção, o local enche rapidamente durante a noite, deve fazer reserva, especialmente quando há música ao vivo para animar a noite.

Mais informação neste link.

Número 4 : Flor de Laranja

Atreva-se! Deixe se tentar pelos sabores orientais! Este é o lugar perfeito. Com uma decoração digna das mil e uma noites, venha descobrir os sabores do oriente. As especialidades norte africanas são a base do restaurante, pode escolher entre a tagine, couscous, pastilla, chá de menta. Um pequeno pedaço do Magreb no coração do Bairro Alto.

Se tiver sorte e reservar no dia certo, poderá também desfrutar de uma dança do ventre dançada por uma bailarina oriental.

Mais informação neste link.

Número 3 : Bistro 100 maneiras

Um incontornável para todos os que se dizem lisboetas. Uma morada conhecida e reconhecida por Lisboa que acolhe a pequena “jet set” da capital portuguesa. Uma decoração refinada, uma apresentação elegante, e pratos que revisitam a cozinha tradicional portuguesa.

Os preços são superiores à média dos restaurantes da cidade, mas o menu rapidamente nos faz esquecer da conta final!

Mais informação neste link.

Número 2 : Restaurante Carmo

Uma cozinha portuguesa elegante, num ambiente cuidado, numa das mais belas praças de Lisboa. Propomos-lhe o Carmo. O restaurante é composto por diferentes pequenas divisões que concedem uma atmosfera particularmente agradável e intimista.

De referir a bela selecção de vinho português!

Mais informações neste link!

Número 1 : Antigo Primeiro de Maio

Aqui está algo para satisfazer o seu apetite, o seu desejo de autenticidade, sem arruinar a sua carteira. Situado no coração do Bairro Alto, este restaurante oferece os principais pratos portugueses num ambiente de pleno convívio. Deixe-se guiar pelos conselhos dos empregados que farão tudo para lhe proporcionar um excelente momento/refeição.

Mais informações neste link.

Fora da competição : La Parisienne

O nosso pequeno prazer chauvinista ! E se se deixar tentar por um pequeno pedaço de França no coração do Chiado?  É este o conceito do bistro La Parisienne! Xavier ajudará a redescobrir os simples prazeres da cozinha francesa: Andouillette, cassoulet, blanquete… tudo acompanhado por um bom vinho. Um verdadeiro regalo!

Mais informações neste link.

John Malkovitch está apaixonado por Lisboa

John-Malkovich-0111Quando uma pessoa faz uma declaração de amor à cidade de Lisboa, queremos publicá-lo. Quando essa pessoa é John Malkovich, DEVEMOS publicar! Numa entrevista na cidade de Lisboa, o célebre actor americano deu a sua opinião sobre a nossa cidade, a sua luz, os museus e a boa vida que cá prevalece.

Depois de ter vivido regularmente em Lisboa desde há 15 anos (teremos tido nós a oportunidade de o receber num dos nossos apartamentos em lisboa?), o actor nascido em 1953 explica o seu encantamento pelo acolhimento e gentileza do povo português, particularmente dos lisboetas. Uma verdade que nós podemos confirmar!

Para além desta abordagem inicial, são também, e sobretudo as paisagens, a arquitectura diversificada e a cultura que o fazem considerar instalar-se de uma vez por todas na nossa bela cidade.

Culturalmente, John Malkovitch evoca o Fado, música que aprecia particularmente. Sem diminuir esta doce melodia, gostaríamos de chamar a atenção do nosso amigo John, que a música portuguesa vai muito para além do Fado.

Se como nós, e como John Malkovitch, gostam da cidade de Lisboa, não hesite a seguir o seu conselho: disfrute de uma atmosfera única da cidade e visite os bairros ao acaso pelas ruas (o Chiado ou o Bairro Alto por exemplo) … é assim que se fazem a mais belas descobertas!

Veja aqui a entrevista.

Lisboa, uma verdadeira cidade do futebol

Lisboa não vai perder os seus bons hábitos. Depois de ter sido o centro nevrálgico do futebol com a final da Liga dos Campeões no passado dia 24 de Maio, a capital portuguesa volta a receber equipas de todo o continente.

O mínimo que podemos dizer é que o programa vai ser em grande. Como todas as grandes cidades e capitais europeias (à excepção de Paris), Lisboa tem vários clubes nas competições europeias. O Benfica e o Sporting na Liga dos Campeões e o Estoril na taça UEFA (sim o Estoril não é um clube de Lisboa, mas não o vamos ignorar).

O programa está carregado e fantásticos cartazes serão apresentados nos magníficos estádios de Lisboa.

Benfica (Estádio da Luz)

estadio_do benficaO Benfica tem um grupo relativamente homogéneo. Composto pelas equipas do Zenith Saint Petersbourg (Rússia), do Bayer Leverkusen (Alemanha) e do AS Monaco (França-Mónaco), o grupo dos encarnados não é dos mais simples. Vários jogadores importantes deixaram o plantel este verão, mas não se perdeu a confiança no mítico treinador, Jorge Jesus, para voltar à maré de vitórias.

Sporting (Estádio de Alvalade)

alvaladeDe regresso à competição depois de vários anos de ausência, o club verde e branco não podia ter calhado num grupo mais difícil, o clube estava no pote 3 (é melhor ver os sites especializados para confirmar… já se precisar de um apartamento em Lisboa de certeza que o podemos ajudar!) O Grupo G é muito difícil, com a presença de grandes clubes como o clube inglês Chelsea FC (vencedor da competição em 2012), e também o clube alemão Schalke04 e o clube romeno de Maribor. Perspectivam-se grandes jogos para esta jovem equipa do Sporting que terá vontade de vencer neste seu regresso à competição. É também a oportunidade de encontrar o famoso treinador português, José Mourinho.

Estoril (Estádio António Coimbra da Mota)

Os jogadores azuis e amarelos do clube do Estoril terão uma tarefa difícil no grupo E da taça UEFA. Vão ter também a possibilidade de visitar os quatros cantos da Europa, já que terão de se deslocar à Rússia (Dynamo Moscovo), à Grécia (Panathinaikos) e a Holanda (PSV Eindhoven). O Estoril defrontará verdadeiros pesos pesados do futebol,  e será também o único clube a representar Portugal nesta competição.

E com enorme prazer que a cidade de Lisboa acolherá estes eventos desportivos e os adeptos de todos os clubes. Cada ano, as praças do centro da cidade enchem-se de adeptos de clubes estrangeiros que vem acompanhar as suas equipas, mantendo sempre um convívio cordial entre rivais. Teremos o prazer de acolher nos nossos apartamentos no centro da cidade de Lisboa, em Benfica e em Alvalade todos estes turistas desportistas!

Além disso, como dizemos sempre… que ganhe o melhor, desde que seja uma equipa de Lisboa!

Top 5 de expressões a utilizar para ser considerado “cool” em Lisboa!

BairroAlto-noite-baresEste é o conselho que nós oferecemos a todos os turistas e visitantes do mundo. Antes de viajar para um local desconhecido, convém aprender um pouco da língua local por forma a conseguir as informações necessárias e que a vossa estadia decorra sem qualquer problema.

Existem culturas que não possuem um grande à vontade com diferentes línguas, então, qual será a melhor forma de se expressar sem soar ruim?! A nossa dica é incluir algumas palavras-chave para surpreender os seus contactos locais.

Desta forma, aqui estão as nossas cinco palavras principais para usar nas ruas de Lisboa (especialmente no Bairro Alto a partir das 22h)

1ª Fixe

Durantes os primeiros dias em Lisboa ou Portugal, tudo será fantástico e facilmente ficará maravilhado com o que encontrar, o único problema será dize-lo em Português. A palavra para tal é “Fixe”.

Esta expressão facilmente será o seu alfa e omega das discussões em Português. Fixe isto, fixe aquilo! Relativamente à sua pronuncia basta se lembrar das aulas de inglês pois esta pequena palavra diz-se da mesma forma que “fish”

Se formos traduzir fixe à letra, podemos dizer que significa o mesmo que “super”, “top” ou “cool”. Uma pessoa “fixe” é uma pessoa simpática, agradável. Em suma, em Portugal tudo pode ser “fixe” por isso não hesite em usar e abusar desta palavra.

Se estiver sentado num restaurante e perguntar “então ‘tá tudo fixe”, certamente não lhe irão trazer um prato cheio de peixe mas sim responder se está ou não tudo bem.

2ª Bué

A palavra “Bué” tem a sua origem num dileto africano (o quimbundo) e chegou a Portugal na década de 70 com o retorno de alguns portugueses durante a descolonização (Alem de uma aula de português, ganham também uma pequena aula de história).

Para simplificar: bué = muito

Poderá usar esta expressão nas suas frases para enfatiza-las, por exemplo: “a comida é  bué boa”, “O seu apartamento em Lisboa é bué bonito” ou que a sua estadia está a ser “bué fixe” (desta forma conseguirá utilizar duas das novas expressões em conjunto!)

3ª Tipo

Não existem uma forma correta de explicar o que significa “tipo” pois é uma expressão utilizada em diferenciados tipos de frases.

Pode significar o mesmo que “genre” em francês ou “like” em inglês.

A palavra poderá ser colocada no início, meio ou fim de uma frase que estará sempre bem!

Por exemplo: “Tipo, Lisboa é bué fixe!

 4ª Brutal

Por favor note que esta expressão se trata de um falso amigo. Este adjetivo não descreve uma pessoa ou uma coisa violenta mas sim uma pessoa ou uma coisa excecional.

Por exemplo, numa escala de 1 a 10, “fixe” é 1 e “brutal” é 10.

Numa atmosfera festiva poderemos dizer que “O Bairro Alto a partir da meia-noite é brutal” “as ruas estreitas de Alfama são brutais” e “A ginjinha e o vinho verde são brutais”

5ª ‘Tá a bazar

Esta será a expressão que fará de si um verdadeiro Lisboeta, daqueles capazes de discutir durante horas sobre o Benfica ou o Sporting.

“‘Tá a bazar” é uma frase que permite indicar a sua vontade de sair de onde está. Aproximadamente significa o mesmo que “Bom, on se casse?” em Francês ou o “Let’s go?” em Inglês.

Quando estiver a disfrutar de caipirinha no Bairro da Bica e lhe apetecer mudar de ares, pode sempre utilizar a expressão “ ‘Tá a bazar”.